Roterdam, Holanda - paramédicos de ambulância treinados para diagnosticar a condição AAA no transporte

March 08, 2016

Amesterdam, 19 de janeiro de 2016.

[Tradução para o português a partir dos jornais de notícias da Holanda]

As ambulâncias em Roterdam, Holanda, durante os próximos 5 meses serão equipadas com ultrassonografia, que podem salvar a vida de pessoas com um AAA.

Os paramédicos de ambulâncias especiais foram treinados para usar o ultrassom e serem capazes de diagnosticar a  AAA (aneurisma de aorta abdominal) mais rápido e com maior precisão. Este piloto é único na Holanda e a iniciativa foi do cirurgião vascular Jerome van Brussel do Franciscus Hospital Sint. Ele e seus colegas de outros hospitais regionais de Roterdam disponibilizaram, juntamente com um fabricante de ultrassom dos EUA, duas máquinas de ultrassom portátil a bordo de suas ambulâncias.

Esta ultrassonografia em tempo real será usada em todos os tipos de pacientes. Mesmo um paciente com fratura de quadril será convidado a colaborar neste estudo piloto para expor 5 especialistas de ambulância na ultrassonografia sob a supervisão de um médico emergencista experiente. Atualmente nos concentrarem em visualizar a aorta o mais rapidamente possível, de acordo com Jerome van Brussel. No futuro, em situações onde o tempo é essencial, o especialista de ambulância poderá diagnosticar todos os tipos de situação de risco de vida, em segundos. Um diagnóstico correto é de grande importância. Pessoas com dor abdominal muitas vezes são transportadas para hospitais, onde por precaução, uma sala cirúrgica e uma equipe médica estão a sua espera. O alarme é falso em dois a cada três pacientes e assim, recursos são perdidos.

O ultrassom é também útil em outras situações clínicas. Todos as 55 ambulâncias na região de Roterdam devem ser equipadas com ultrassom portátil, de acordo com cirurgião vascular Jerome van Brussel. Desta forma, a equipe da ambulância pode avaliar em casa ou mesmo na ambulância, se é necessário ir ao hospital. Os primeiros resultados do teste são positivos. Em 23 pacientes que usaram o ultrassom portátil, a aorta pode ser visualizado em até 10 segundos, por paramédicos recém-formados. A economia de tempo é  fundamental nestas situações e pode salvar vidas em determinadas condições. Todos os anos centenas de pessoas chamam uma ambulância por causa de fortes dores abdominais. Cerca de 60 deles são operados por causa de aneurisma aórtico rompido. O especialista de ambulância Geert-Jan Deddens, do serviço de ambulâncias de Rotterdam, suspeita que o número real de pacientes é muito maior. Vários pacientes com aneurisma nunca serão identificados. Ele é a favor do uso do ultrassom em várias condições agudas.

Estes pacientes tipicamente têm mais de 60 anos, fazem dietas pobres, são fumantes e têm pressão arterial elevada. Alguns deles têm problemas genéticos. Geert- Jan Deddens espera que a ultrassonografia tenha o seu lugar no futuro. Você pode usar esta técnica para várias outras situações agudas, como ataques cardíacos, hemorragias internas ou mesmo fraturas. Os doentes com problemas agudos da aorta de nossa região estão autorizados a ser tratados por 4 hospitais regionais especializados de acordo com o Ministério da Saúde. Assim, identificar o problema antes de ir para o hospital é essencial. Publicado na edição de 19 de janeiro do Algemeen Dagblad, Holanda.

NB A prática e o fluxo de trabalho pré-hospitalar com ultrassom altamente portátil varia de acordo com cada país e sua jurisdição.

 

Paramédicos especialmente treinados em ação fazendo um ultrassom abdominal

Compartilhar