Anestesiologia

Da redução de complicações por perfuração ao aumento na satisfação do paciente, há razões de sobra para usar o ultrassom no leito para colocações de agulha anestésica.

Anestesiologistas e enfermeiros anestesistas cada vez mais estão usando a inserção da agulha orientada por ultrassom para melhorar a eficiência operacional e diminuir as complicações da inserção e o desconforto dos pacientes. A pesquisa médica apoia o uso de ultrassom para colocações de agulhas relacionadas à anestesia. 

Como o ultrassom ajuda a guiar a colocação da agulha?

Em poucas palavras: é preciso ver para crer. As injeções guiadas por ultrassom têm maior chance de atingir o alvo, pois os médicos podem visualizar a posição da agulha em tempo real.

A melhor visualização da agulha aumenta a eficiência durante procedimentos, como: 

  • injeções de ângulo íngreme
  • bloqueios do nervo (bloqueios da extremidade superior, bloqueios neuroaxiais, bloqueios do nervo femoral, bloqueios do plexo braquial, bloqueios de dor regional)
  • epidurais

Anestesiologistas que utilizam ultrassom para orientar a inserção da agulha veem uma diminuição em punções vasculares e um aumento da efetividade de medicamentos de gestão de dor.

O que comprova que o ultrassom ajuda anestesiologistas?

Um conjunto crescente de pesquisas médicas comprova o uso da orientação por ultrassom para anestesia regional. Por exemplo, em comparação ao estímulo do nervo periférico, a orientação por ultrassom apresentou uma diminuição significativa no risco de perfuração vascular (proporção de risco de 0,16); um aumento de 25% na duração do bloqueio de nervos e início 29% mais rápido1.

Um estudo publicado em junho de 2013 pelo Academic Emergency Medicine (AEM) Journal mostrou que, para atendimento de idosos com dor relacionada à fratura do quadril na emergência (ao longo de 4 horas), o bloqueio “3 em 1” do nervo femoral guiado por ultrassom reduziu significativamente a intensidade da dor e a quantidade de analgesia de resgate necessária quando usada como complemento ao tratamento padrão com opioides parenterais. O mesmo estudo também constatou que o gerenciamento da dor somente com opioides parenterais oferecia um controle ineficaz da dor para o grupo de pacientes do estudo com dor aguda resultante da fratura do quadril2.

Quais sistemas de ultrassom são usados por anestesiologistas?

A seguinte lista de aparelhos de ultrassom da Sonosite é frequentemente usada pelos departamentos de anestesiologia.

Sistema de ultrassom SII

Desenvolvido especificamente para anestesiologistas e salas de cirurgia movimentadas, o SII pode ser montado na parede, no teto ou em um suporte para acessibilidade segura. Os controles enxutos e simplificados foram desenvolvidos para a operação com uma única mão e sua qualidade de visualização ajuda na confiança da imagem. Junto com o excelente atendimento ao cliente da Sonosite, o suporte clínico e a educação continuada, o SII contribui para oferecer acesso total.

Sistema de ultrassom M-Turbo

Um favorito entre diversas especialidades médicas, o M-Turbo oferece incrível qualidade da imagem com resolução de contraste nítida e delineamento claro do tecido.

Sistema de ultrassom Edge II

O sistema portátil de ponta da Sonosite possui algoritmos de visualização avançada, uma tela de exibição maior, teclado de silicone resistente a respingos e uma estrutura sólida de alumínio.

Visualização avançada da agulha

A Visualização Avançada da Agulha (ANV, na sigla em inglês) é uma opção que a Sonosite oferece para ajudar a garantir a precisão de injeções guiadas por ultrassom. Esse algoritmo original melhora a refletância da agulha e contribui para a visibilidade da agulha durante abordagens de ângulo íngreme para atingir pontos profundos. A ANV usa um caminho de sinal exclusivo com feixes de ultrassom altamente orientados e algoritmos com patentes pendentes, que identificam e extraem automaticamente as informações da agulha do tecido circundante.

Tecnologia de orientação da agulha AxoTrack

Essa opção do tipo apontar e disparar combina o ultrassom ao magnetismo avançado para oferecer informações em tempo real sobre a localização da ponta da agulha durante a colocação de cateteres centrais. Desenvolvido para oferecer facilidade de uso e controle, o AxoTrack é um sistema de duas partes composto por um transdutor de ultrassom projetado com exclusividade e um kit de procedimento esterilizado e descartável (compatível com sistemas específicos da Sonosite, incluindo a S Series e M-Turbo).

Triple Transducer Connect (TTC)

Esse módulo altamente prático permite a conexão simultânea de até três transdutores. Anestesiologistas podem alternar facilmente entre transdutores e realizar procedimentos superficiais e profundos ao toque de um botão. (Compatível com sistemas específicos da Sonosite, incluindo Edge, M-Turbo e S Series.)

O que dizem os clientes do ultrassom da Sonosite

“Sempre que compramos algum equipamento novo, é importante que ele esteja o mais preparado possível para enfrentar a obsolescência. O X-Porte não só possui um hardware fantástico, como também possui uma plataforma altamente baseada em software, ou seja, uma plataforma dinâmica.” Dr. Justin Kirk-Bayley Leia

“Quando se tem usuários diferentes com conhecimentos variados de ultrassom, a facilidade de uso é muito importante.” Dr. Ulf Großmann Leia mais


1Abrahams MS, Aziz MF, et al. Ultrasound guidance compared with electrical neurostimulation for peripheral nerve block: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. Br J Anaesth. 2009;102(3):408-17.

2Beaudoin FL, Haran JP, et al. A comparison of ultrasound-guided three-in-one femoral nerve block versus parenteral opioids alone for analgesia in emergency department patients. Acad Emerg Med. 2013 Jun ;20(6):584-91. doi: 10.1111/acem.12154.

Você sabia que os bloqueios de nervo guiados poro ultrassom estão reduzindo a prescrição de opioides?

Veja como o Sistema de Saúde de St. Joseph está usando o ultrassom para ajudar a reduzir a epidemia de opioides.

‍‌

Artigos relacionados

Page Category: